Você sabia que muitas vezes já pagou impostos indevidamente e tem como recuperar os seus valores? A Recuperação Tributária é uma forma do governo reparar erros referentes à tributação e também é um direito do contribuinte. A seguir, veja se você tem direito a valores pagos indevidamente e como fazer este resgate! O que é recuperação tributária? A recuperação tributária é a recuperação de impostos, taxas e contribuições pagos pela empresa que foram estabelecidos de forma ilegal pelo governo. Sim, o governo comete erros que podem pesar nos cofres do seu negócio. Vale ressaltar que todas as empresas têm direito à recuperação tributária, sejam públicas ou privadas. Há muitas situações em que o governo cobra indevidamente os tributos. Por exemplo, quando ele passa a cobrar uma tributação um ano após a sua publicação (princípio da anualidade) e o valor é atualizado pela lei. Ou ainda quando há erros no cálculo. Como fazer a recuperação tributária? O primeiro passo para recorrer à recuperação tributária é falar com um contador experiente – fale com os especialistas do Grupo Fricks. Eles poderam fazer um levantamento dos tributos pagos nos últimos anos e verificar quais foram aqueles pagos indevidamente. O profissional irá apontar a natureza do imposto, o que fará toda a diferença na hora de reaver os valores devidos. Depois, ele pode apontar valores conforme a correção monetária, aplicando-se sobre eles a taxa básica de juros (SELIC, Sistema Especial de Liquidação e Custódia). Vale destacar que apenas por medida judicial ou de procedimento administrativo, a empresa fica apta à recuperação tributária. E é indicada a contratação de um advogado tributarista. Neste caso, ocorrerá uma compensação dos tributos que foram pagos. Essa compensação só pode ser realizada com tributos da mesma espécie. Isto é, o imposto de renda pode ser compensado com outros tributos federais, o salário educação pode ser compensado com INSS, e assim por diante. Vantagens da recuperação tributária O processo de recuperação tributária é importante porque mostra onde estão os erros da empresa e do governo, permite recuperar valores pagos indevidamente, emitir a certidão negativa de débitos do negócio e tornar o negócio ainda maia eficiente. Evita ainda que a empresa pague altos tributos e multas mostrando que fez a sua parte e que está sendo cobrada indevidamente. É possível ainda reduzir a carga tributária do negócio. Quais são os tributos que podem ser recuperados? Há diferentes tributos que podem ser recuperados por meio do processo de recuperação tributária – tributários, trabalhistas e de outras naturezas. Entre esses tributos estão: • PIS (Programa de Integração Social) – receita bruta e repique; • ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços); • IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados); • ICMS-ST (ICMS-Substituição Tributária); • IRPJ (Imposto de Renda Pessoa Jurídica); • CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido); • COFINS (Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social); • FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) – multa dos 10% em demissões sem justa causa; • INSS (Instituto Nacional da Seguridade Social) sobre verbas indenizatórias – nos casos de demissão sem justa causa; • ICMS pago nas contas de Energia elétrica. É importante aproveitar este início de ano (inclusive é início de ano contábil) para fazer esta análise junto ao seu contador. Conte com a OSP Contabilidade nesta etapa! Veja também: Reforma Tributária de 2022 Gostou das dicas sobre Recuperação Tributária? Deixe o seu comentário e compartilhe este artigo em suas redes sociais. Siga o Grupo Fricks no instagram!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.